Revista National Geographic


Já disponível na biblioteca a revista de novembro.


Este mês, publicamos um dossier sobre Londres, uma cidade que se assemelha ao bulício de um formigueiro em constante movimento. Todos os anos, a população aumenta e Londres tem de crescer para a periferia, reinventando ao mesmo tempo o uso de velhos espaços urbanos. O que acontece em Londres terá reflexo nas grandes cidades do planeta.


Viajamos também para a Madeira, mais de uma década depois de termos analisado pela primeira vez os trabalhos de conservação sobre um dos mamíferos mais ameaçados da Europa – a foca-monge. As notícias das ilhas Desertas são promissoras, graças ao empenho de conservacionistas e ao entusiasmo da população madeirense.

Como será a dieta do futuro? Com uma população em crescimento e limites físicos à prática da agricultura e da criação de animais, a ciência propõe novos menus que talvez façam parte do quotidiano futuro. A princípio, estranha-se; depois, talvez se entranhe!
Nota ainda para reportagens sobre a Antárctida, o Hawai e a Turquia; a conclusão do projecto sobre as cores da Capela do Fundador no Mosteiro da Batalha; e a antecipação do novo documentário televisivo do National Geographic Channel com o português Miguel Stanley.


https://www.facebook.com/ngportugal/

Sem comentários: