As árvores

Assinalado o Dia Mundial da Árvore com exposição de poemas.



As árvores crescem sós. E a sós florescem.
Começam por ser nada. Pouco a pouco
se levantam do chão, se alteiam palmo a palmo.
Crescendo deitam ramos, e os ramos outros ramos,
e deles nascem folhas, e as folhas multiplicam-se.
Depois, por entre as folhas, vão-se esboçando as flores,
e então crescem as flores, e as flores produzem frutos,
e os frutos dão sementes,
e as sementes preparam novas árvores.
E tudo sempre a sós, a sós consigo mesmas.
Sem verem, sem ouvirem, sem falarem.
Sós.
De dia e de noite.
Sempre sós.
Os animais são outra coisa.
Contactam-se, penetram-se, trespassam-se,
fazem amor e ódio, e vão à vida
como se nada fosse.

As árvores, não.
Solitárias, as árvores,
exauram terra e sol silenciosamente.
Não pensam, não suspiram, não se queixam.
Estendem os braços como se implorassem;
com o vento soltam ais como se suspirassem;
e gemem, mas a queixa não é sua .
Sós, sempre sós.
Nas planícies, nos montes, nas florestas,
A crescer e a florir sem consciência.
Virtude vegetal viver a sós
E entretanto dar flores."
                               
António Gedeão


Poesia



E o poeta?


                E o poeta?


                                    E o poeta?

"O poeta tem olhos de água para refletir todas as cores do mundo, e as formas e as proporções exatas das coisas que os sábios desconhecem."

Manuel da Fonseca




O canto do poeta

Tal como o camponês, que canta a semear
A terra
Ou como tu, pastor, que cantas a bordar
A serra
De brancura,
Assim eu canto, sem me ouvir cantar,
Livre e à minha altura.

Miguel Torga


Poesia

Ai deixa, deixa lá que a Poesia
no perfume das flores, no quebrar
das ondas pela praia,
na alegria
das crianças que se riem sem porquê
- deixa lá que se exprima, a Poesia.

Sebastião da Gama


O Dia do Pai


"É um dia iluminado
pela ternura de quem ama
em cada filho o futuro
como se fosse uma chama
que nada pode apagar,
seja o vento, seja a chuva,
seja a tormenta do mar.
É um dia carinhoso
com uma história para contar
que só acaba à noite
quando nos vamos deitar,
ao colo do nosso pai
com uma canção de embalar."

in, "O livro dos dias", de José Jorge Letria

Ilustração da aluna do 5º ano, Nair Norberto



"Um pai é uma pessoa muito especial..."

Assinalámos o dia com um cartaz composto por algumas das ilustrações, fantásticas e ternas, do livro "Pê de pai", dos autores Isabel Minhós Martins e Bernardo Carvalho.








"Um livro simples e tão genuíno que mostra de uma forma bonita a cúmplice relação entre pai e filho."





Ler para Crescer


O projeto de leitura implementado pela Rede de Bibliotecas do Baixo Guadiana trouxe de novo à biblioteca a turma do 2º ano, acompanhada pela professora Leontina.

A história escolhida, "Quando me sinto assustado" de Trace Moroney, foi contada pelas alunas do 8º ano, Laura Alves e Maria Rosa, através da leitura e distribuição de alguns adereços inspiradores. 



"Qualquer um pode ficar assustado com algumas coisas, como, por exemplo com animais perigosos!
Mas existem muitas outras coisas que não são tão assustadoras quanto parecem ser."









Notas para os pais:

A AUTO-ESTIMA É ESSENCIAL
A maior dádiva que pode dar ao seu filho é uma auto-estima positiva.
Pode ajudar o seu filho a sentir-se valorizado passando algum tempo com ele (neste caso a qualidade é mais importante que a quantidade), jogando um jogo, lendo um livro ou apenas escutando-o pode ainda ajudar o seu filho a sentir-se valorizado ajudando-o a descobrir e a tornar-se na pessoa que quer ser.
As pessoas que verdadeiramente gostam de quem são atraem o sucesso.


Sentir-se ASSUSTADO
Uma auto-estima saudável reduz a ansiedade. Aranhas, trovoadas, estar sozinho no escuro... são muitas as situações que assustam as crianças devido à sua imaginação tão fértil. Ouvindo atentamente as expressões de medo do seu filho, ajudá-lo-á a sentir-se valorizado e a fazer com que não tenha vergonha de sentir medo. Falar com as crianças sobre os sentimentos de medo ajuda a desenvolver a autoconfiança necessária para enfrentar esses sentimentos e para compreender que mesmo o maior medo não passa afinal de um sentimento que há-de passar."
No livro "Quando me sinto... ASSUSTADO" Texto da autoria de uma psicóloga infantil 

O Tomilho


Disponível na biblioteca a edição bimensal (março/abril) da revista do Centro de Investigação e Informação do Património de Cacela/ Câmara Municipal de Vila Real de Santo António.

O que aconteceu...
O que vai acontecer.


.

Diários de Navegação - Exposição


"No contexto da disciplina de História, os alunos do 8.º ano realizaram trabalhos subjacentes à temática dos Descobrimentos onde tiveram de idealizar diários de bordo onde relataram as suas aventuras pelo desconhecido e as suas observações por terras pela 1.ª vez visitadas por estes marinheiros."

Coordenação da professora Marta Gomes.






Instrumentos do Império Romano e da Idade Média - Exposição


Trabalhos realizados pelos alunos do 7º ano, no contexto da disciplina de História, coordenados pela professora Marta Gomes.
A demonstração da difícil arte da guerra.
"Entre machados Vikings e escudos romanos ficámos a conhecer um pouco mais das indumentárias destes nossos antepassados." 




Miúdos a Votos - Resultados das eleições - nível escola

As eleições realizaram-se no passado dia 15 de março, com significativa adesão e entusiasmo. 

Contámos com a muito útil e simpática colaboração das representantes da Associação de Estudantes, Sara, Gabriela e Mariana. 

Parabéns a todos os que participaram em especial aos alunos que defenderam os seus livros preferidos, produzindo cartazes e defendendo as suas ideias publicamente. 

A iniciativa inédita da Rede de Bibliotecas Escolares e Revista VISÃO Júnior visa eleger os livros preferidos das crianças e jovens portugueses.

e... Vivam os Livros e os seus Autores! 
Vivam os Leitores!



Os resultados a nível nacional serão divulgados a 31 de Maio numa cerimónia pública, em local a anunciar.





"É hora de salvar o planeta"



Um grupo de alunos do 5º Ano, inspirados na notícia que leram na Revista Visão Junior deste mês, sobre como as alterações climáticas estão a mudar o nosso planeta, bem como na notícia das manifestações juvenis marcadas para hoje em defesa do Ambiente por todo o mundo, resolveu mostrar a sua solidariedade com a causa. 

A biblioteca, claro, disponibilizou de imediato o seu espaço e os materiais necessários. 
Os alunos, sensíveis e corajosos, elaboraram diversos cartazes em defesa do Planeta e defenderam a atitude e preocupações junto dos seus colegas em sala de aula.

O resultado ficou exposto no átrio para sensibilizar e consciencializar toda a comunidade escolar.  










Ler para Crescer - Passaporte da leitura


No âmbito do projeto, os alunos do 2º Ano receberam os seus Passaportes da Leitura na biblioteca escolar, pelas mãos da professora Filomena Andrade.

Os livros vão viajar das estantes da biblioteca para as salas de aula ou para os lares, registados no caderninho. E no final de cada leitura aí poderão deixar as suas impressões.

O passaporte da leitura tem como objetivo a promoção da leitura, incentivo à responsabilidade e autonomia dos leitores.