"Miúdos a Votos" - Campanha Eleitoral


No dia 28 de janeiro, começa a campanha eleitoral nas escolas. 
Este é o período em que os partidos e as pessoas transmitem aos outros as suas ideias – e na campanha eleitoral de «Miúdos a Votos» acontece exatamente o mesmo: os alunos vão explicar aos colegas porque gostam mais daquele livro, tanto através de cartazes como de debates, comícios, tempos de antena de rádio ou vídeos.

Usando o mesmo processo de umas eleições políticas, os alunos farão campanha eleitoral pelos livros que mais gostaram de ler ate hoje, estimulando a curiosidade dos colegas e amigos. Ao mesmo tempo, estarão a aprender como se organizam umas eleições e para que servem. E a treinar como se transmitem aos outros, de forma convincente, as nossas ideias!
Além disso, este é uma iniciativa que tem por objetivo dar voz às crianças e jovens, ainda pouco auscultados em processos de decisão. Ao votarem nos livros que mais gostaram de ler (e não naqueles que são obrigados a ler dentro da sala de aula), estão a dar indicação aos outros daquilo que para si é importante.




Os alunos que queiram fazer campanha por um livro devem inscrever-se na Biblioteca.
Durante a campanha eleitoral, os alunos defenderão publicamente o livro de que mais gostam. 
Poderão fazê-lo dentro da sala de aula (equivalente a uma sessão de esclarecimento), na biblioteca escolar ou na sala de alunos (equivalente a um comício), nas redes sociais e meios digitais da escola (equivalente a tempo de antena) ou através de cartazes afixados na sala de aula, na biblioteca ou noutro local público da escola. 
Poderão também organizar debates entre vários candidatos e desenvolver outro tipo de material de propaganda, como autocolantes, pins, folhetos, etc., ou organizar debates entre representantes de várias escolas.

Eleições na nossa escola a 15 de março.






"Miúdos a Votos: quais são os livros mais fixes?", uma iniciativa da Visão Júnior e da Rede de Bibliotecas Escolares.


Miúdos a Votos! Livros candidatos




"Os candidatos a estas eleições não são partidos nem pessoas, mas sim livros. E como são escolhidos?, estarás tu a perguntar. Alunos e alunas de mais de 700 escolas que já se inscreveram nesta iniciativa enviaram-nos os títulos que mais gostaram de ler até hoje. Essas propostas foram contabilixadas (por uma instituição chamada Pordata) e os livros que receberam mais nomeações integram as listas que vão à votação nacional."


Descobre quais são os livros em que vais poder votar a 15 de março.


"Miúdos a Votos: quais são os livros mais fixes?", uma iniciativa da Visão Júnior e da Rede de Bibliotecas Escolares.

Revista O Tomilho


Disponível na biblioteca a edição bimensal (janeiro/fevereiro) da revista do Centro de Investigação e Informação do Património de Cacela/ Câmara Municipal de Vila Real de Santo António.

Aconteceu...em 2018
O que vai acontecer...

Revista National Geographic


Disponível na biblioteca a revista de janeiro.



.

Espectáculo de dança

As alunas do conservatório de Vila Real de Santo António vieram à nossa escola fazer uma apresentação de dança, inspirada nos filmes da Disney para  os alunos do 1º Ciclo.




Exposição de trabalhos - Paleolítico



No decorrer do primeiro período os alunos do 7 Ano, no âmbito da disciplina de História, realizaram vários trabalhos subjacentes ao tema: O Paleolítico chegou à escola! Esta actividade foi concretizada com bastante êxito tendo motivado os alunos para as aprendizagens adjacentes contribuindo para um processo de ensino e aprendizagem mais dinâmico e centrado no aluno. O resultado desse trabalho pode ser observado no átrio da escola EB 2,3 Infante D. Fernando no decorrer da presente semana.
(professora Marta Gomes, reponsável pela disciplina))


  













Maratona de Cartas/ Recolha de Assinaturas - Amnistia Internacional



As assinaturas têm mais poder do que pensamos. Defendermos alguém em risco e mostrar o nosso apoio é umas das formas mais simples e eficazes de agir. Saber que não foi esquecido e que alguém que nunca conheceu está a lutar pelos seus direitos tem uma força incrível. Proporciona esperança, inspiração e motivação. 
Por tudo isto, e agora mais que nunca, não cruze os braços. Continue a enfrentar a injustiça como uma afronta pessoal, e continue a participar nos nossos apelos. 
(Amnistia Internacional)





A Maratona de cartas é o maior evento de Direitos Humanos organizado pela Amnistia Internacional. 

Como Funciona?
  • Pessoas em todo o mundo participam na Maratona de Cartas.
  •  Escrevem as suas próprias cartas ou assinam os nossos apelos destinados às autoridades dos países visados.
  • Com as suas ações, apoiam pessoas que são perseguidas, ameaçadas e presas por enfrentarem injustiças.
  • Entregamos todos os milhares de assinaturas que nos chegam e fazemos pressão aos governos, líderes políticos e decisores para que as violações de direitos humanos terminem.
  •  Apoiar e defender alguém através da participação na Maratona de Cartas tem uma força incrível! 
  •  É possível fazer a mudança acontecer: conseguir a libertação de pessoas, aumentar a proteção a quem defende os direitos humanos e a alteração de leis para melhor.
Poderão também escrever as vossas cartas de apoio às vítimas de violações de Direitos Humanos. Garantimos que todas chegarão ao seu destino.
(Amnistia Internacional)


Com a Maratona sensibilizamos para um conjunto de casos selecionados, o que poderá resultar numa melhoria das condições de vida para os defensores de direitos humanos.

Conheça aqui os casos selecionados.



A recolha de assinaturas começou e é feita na Biblioteca e na Papelaria da escola.
Podem participar os alunos do 2º e 3º Ciclos, Professores, Funcionários, Encarregados de Educação e Outros.




Dia de Reis

Comemoração do Dia de Reis. Uma atividade que juntou o Pré-Escolar e o 1º ciclo com um desfile e cânticos pelas ruas de Vila Nova de Cacela.
Registámos uma parte do evento pela janela da nossa Biblioteca.