Os primeiros povos na Península Ibérica

As Comunidades Recolectoras, reproduzidas muito expressivamente pelos alunos do 5º Ano, no âmbito da disciplina de História e Geografia de Portugal, da responsabilidade da Profª Celina Alves.

Há muitos milhares de anos, o Homem surgiu em África. Mais tarde, espalhou-se pela Europa e chegou à Península Ibérica.
Os primeiros grupos humanos viviam da caça e da pesca e recolhiam raízes e frutos silvestres. Eram caçadores recolectores.
Quando os alimentos escasseavam, partiam para outras regiões, eram nómadas.

Foi nas cavernas que os homens primitivos fizeram pinturas rupestres que, geralmente representam cenas de caça.

                         


Com o passar do tempo, o clima da Península Ibérica tornou-se mais quente e seco.
A rena partiu para regiões mais frias e o mamute desapareceu.


Com a descoberta da agricultura, estes povos vão-se fixando junto dos rios e das terras mais férteis e constroem povoados.


Abandonam as grutas e começam a cultivar os campos e a domesticar os animais. Surge a pastorícia e a agricultura. O Homem torna-se sedentário
.


Junto dos campos cultivados, construiu as suas casas






  

Entretanto desenvolvem novos utensílios e novas actividades, como a olaria, a cestaria e a tecelagem, podendo assim guardar os seus alimentos e proteger-se do frio. 
Os mais importantes dos povos agro-pastoris foram os Iberos e os celtas, que mais tarde se misturaram e deram origem aos Celtiberos.

Uma das suas tribos chamara-se Lusitanos, o povo de Viriato.











Sem comentários: