"Miúdos a Votos" - Campanha Eleitoral


No dia 28 de janeiro, começa a campanha eleitoral nas escolas. 
Este é o período em que os partidos e as pessoas transmitem aos outros as suas ideias – e na campanha eleitoral de «Miúdos a Votos» acontece exatamente o mesmo: os alunos vão explicar aos colegas porque gostam mais daquele livro, tanto através de cartazes como de debates, comícios, tempos de antena de rádio ou vídeos.

Usando o mesmo processo de umas eleições políticas, os alunos farão campanha eleitoral pelos livros que mais gostaram de ler ate hoje, estimulando a curiosidade dos colegas e amigos. Ao mesmo tempo, estarão a aprender como se organizam umas eleições e para que servem. E a treinar como se transmitem aos outros, de forma convincente, as nossas ideias!
Além disso, este é uma iniciativa que tem por objetivo dar voz às crianças e jovens, ainda pouco auscultados em processos de decisão. Ao votarem nos livros que mais gostaram de ler (e não naqueles que são obrigados a ler dentro da sala de aula), estão a dar indicação aos outros daquilo que para si é importante.




Os alunos que queiram fazer campanha por um livro devem inscrever-se na Biblioteca.
Durante a campanha eleitoral, os alunos defenderão publicamente o livro de que mais gostam. 
Poderão fazê-lo dentro da sala de aula (equivalente a uma sessão de esclarecimento), na biblioteca escolar ou na sala de alunos (equivalente a um comício), nas redes sociais e meios digitais da escola (equivalente a tempo de antena) ou através de cartazes afixados na sala de aula, na biblioteca ou noutro local público da escola. 
Poderão também organizar debates entre vários candidatos e desenvolver outro tipo de material de propaganda, como autocolantes, pins, folhetos, etc., ou organizar debates entre representantes de várias escolas.

Eleições na nossa escola a 15 de março.






"Miúdos a Votos: quais são os livros mais fixes?", uma iniciativa da Visão Júnior e da Rede de Bibliotecas Escolares.


Sem comentários: