O espírito de Natal paira na biblioteca


"Era uma vez uma noite de estrelas. Aparentemente, era uma noite estrelada e silenciosa, igual a tantas outras. Como sempre, por aquelas paragens e naquela altura do ano o tempo estava frio. No meio do campo coberto de orvalho, alguns pastores que por ali guardavam os seus rebanhos, dormiam. Talvez nem todos dormissem. Quem sabe se um ou outro não olharia o céu, procurando antever o dia que vinha a caminho?


Mas parece que nessa noite, igual a tantas noites, com um céu estrelado como tantos céus estrelados e sem se saber porquê, houve uma estrela que brilhou mais do que as outras. Era um brilho tão forte e tão intenso que a terra se encheu de luz e anoite se transformou em dia.Um brilho que gritava tão alto que chamou a atenção dos homens, de todos os homens..."
in, O menino Jesus nasceu, Departamento de Catequese do Patriarcado de Lisboa




Nestes dias, podes vir criar a tua estrela e deixar o céu do presépio ainda mais brilhante e inspirador.



Sem comentários: