Revista National Geographic - Abril

Disponível na biblioteca.



"Nesta edição, olhamos para o futuro e para a reconfiguração do ser humano. O salto tecnológico das últimas décadas transformou os limites que conhecíamos. No tema de capa deste mês, analisamos a ciência e as novas fronteiras da genética e da bioética.
Apaixonados pelos grandes felinos do planeta, temos tendência a esquecer os pequenos. Invisíveis, recebem muito menos atenção, financiamento para a sua conservação e, em última instância, estão mais ameaçados do que os seus primos de maior dimensão.
As alterações climáticas produziram uma curiosa repercussão na arqueologia das latitudes altas. Locais habitualmente congelados e cobertos por um manto espesso de neve estão agora mais visíveis. E revelam, sobretudo na América do Norte, pistas impressionantes sobre culturas humanas que lá viveram.
Com missões no Uganda, na Bósnia e Herzegovina e na Índia, duas repórteres da National Geographic procuraram explicar o drama das 
viúvas. Em muitas culturas, enviuvar não implica apenas perder o cônjuge amado – implica uma espiral de perda de bens, perseguição e humilhação. Esta será seguramente uma das reportagens do ano.

Em Portugal, acompanhámos os esforços das equipas de cientistas e empresários que procuram identificar as doenças da pedra. Leu bem: a rocha também adoece, como ficará a saber na edição deste mês."
(National Geographic Portugal)

Sem comentários: