Encontro de poetas e poemas

O prometido é devido. Há exatamente um ano, num encontro de celebração da Poesia, na nossa biblioteca, o grupo Poetas do Guadiana desafiou uma turma de alunos do 8º ano a escrever poemas, prometendo a sua publicação em livro. E assim aconteceu. 
O livro chegou hoje às mãos dos seus autores e é o resultado da inspiração de estudantes das duas margens do Guadiana. 
Alguns dos poemas foram recordados e recitados pelos próprios, partilhados com orgulho e sentimento com os presentes. 

O livro reúne uma seleção de poemas dos nossos alunos (E.B. 2,3 de Vila Nova de Cacela), da E.B. Integrada de Alcoutim, Colegio Público Moreno y Chacón de Aymonte e E.B. 2,3 de Castro Marim.


"Poesia en la Escuela/ Poesia na Escola será el primero de otros nuevos que irán llegando. Sus autores seràn, como en el ejemplar que tiens en las manos, los chiquillos y adolescentes del Bajo Guadiana a los que les han tocado en suerte profesores con ganas de hacer cosas de estas: poner fuera de las aulas parte del aprender y del hacer que se lleva a cabo dentro." (contracapa do livro)

Os poetas do grupo transfronteiriço, José Luís Rúa, António Cabrita e Eladio Orta fizeram a apresentação do livro, deixando claro que a Poesia vale por si e está forte.
  
«Poetas do Guadiana», um grupo constituído por poetas e escritores, com maior ou menor notoriedade, surgiu de um movimento cívico que procura caracterizar culturalmente a zona das pontas do levante algarvio de Portugal e do poente andaluz de Espanha como centro de encontro de culturas. Pretendendo ser integrador, o movimento não se agarra a uma escola, a uma corrente, a outro projeto literário que não seja estimular a criatividade e o aparecimento de vocações literárias. Há, no seio do grupo, total liberdade para que cada membro participe à sua maneira, com o seu próprio estilo e gosto, de um e do outro lado da fronteira, ao mesmo tempo que continua a progredir em cada um dos projetos individuais de criação literária e segue o seu próprio rumo e tendência. 
(Algarve Informativo)




A música marcou calorosamente o início do encontro.
Os alunos do 6ºB, coordenados pela Professora de Educação Musical, Sandra Jesus, tocaram na flauta e cantaram duas melodias lindíssimas: "Englishman in New York" de Sting e Panis Angelicus de Cesar Franck.



Alunos do 8º e 9ºanos, acompanhados pela sua Professora de Francês, Ana Cristina Gomes, recitaram poemas em língua francesa.




A equipa da biblioteca agradece a todos os que fizeram parte destes momentos valiosos e felicita os alunos que se atreveram a partilhar com o mundo os seus anseios e paixões, em forma de Poema.





"A poesia foi uma das formas que o ser humano encontrou para falar dos seus sentimentos mais profundos e misteriosos.  

A poesia é a arte das palavras, e as palavras, quando tocadas pelos poetas, tornam-se chaves mágicas que abrem portas de universos que estão para além do imediato quotidiano e que nos falam dos grandes mitos, e também das paixões, das dores, das alegrias.

A linguagem poética exprime o modo de olhar para a natureza, para o coração, para o amor de uma forma diferente da linguagem quotidiana.

A poesia é, de facto, uma janela aberta sobre o mistério maravilhoso das palavras."

José Fanha, in Porto Editora.pt

Sem comentários: