Concurso Elos de Leitura em Cartaz





O Concurso, iniciativa do Plano Nacional de Leitura, enquadra-se na 10ª Edição da Semana da Leitura e desafia à criação de cartazes originais que decorram de leituras livremente realizadas e que traduzam contributos de diversas áreas do saber, diferentes projetos, celebrações e/ou comemorações locais, nacionais ou internacionais. 
O Concurso desenvolve-se no quadro dos objetivos definidos para a Semana da Leitura 2016, sendo estes, nomeadamente:
 

  • promover o gosto pela leitura, sublinhando as dimensões do prazer, da festa e da partilha;
  • promover o conhecimento e a compreensão de temáticas diversas, de textos e de autores nacionais ou internacionais;
  • tornar evidente a importância da leitura e da escrita, na comunidade escolar, dando-lhes visibilidade;
  • estimular a imaginação, articulando a palavra e a leitura com as ciências e as artes.
   
Consultar o regulamento aqui

Livros novos na estante - Oferta


A biblioteca agradece ao aluno Roberto Rodrigues a oferta destes livros.






Livros Falados - Pré- escolar



O Jardim de Infância do nosso agrupamento aderiu à iniciativa. Segundo as educadoras, as histórias motivaram muito interesse nos pequeninos e os trabalhos foram elaborados com verdadeiro entusiasmo, do princípio ao fim.
Desejamos-lhes muito boa sorte.

Livros Falados é uma iniciativa da Visão Junior a que se associaram a Rede de Bibliotecas Escolares, o Plano Nacional de Leitura, a Direção Geral da Saúde Direção Geral da Saúde e o Oceanário de Lisboa. É aberta a todas as escolas, públicas e privadas, turmas ou grupos de alunos de várias turmas e vários anos.
As atividades propostas visam o treino de competências de leitura, nomeadamente a leitura em voz alta, o reconto e a interpretação, bem como o desenvolvimento de projetos, dentro da sala de aula, sujeitos a dois temas distintos: Saúde Oral e Alimentação e Os Oceanos.
(Blogue RBE)

O velho que lia romances de amor - Luis Sepúlveda


"Concebido como um romance de aventuras e como uma homenagem ao mundo amazónico, hoje tão violentamente agredido, O Velho que Lia Romances de Amor conta a história de António Proaño, um homem que vive numa aldeia isolada no interior da floresta e que um dia é forçado a partir em perseguição de um predador que assola as proximidades, atacando pessoas e animais.
Traduzida em praticamente todo o mundo, esta obra, que a revista "Lire" considerou um dos 20 melhores livros de 1992, foi levada ao cinema, em 2001, pelo realizador Rolf de Heer"
(contracapa Edições ASA)

Luis Sepúlveda - Autor do Mês












Luís Sepúlveda nasceu em Ovalle, no Chile, em 1949.
Reside actualmente em Gijón, em Espanha, após viver em Hamburgo e Paris.
 Viajou e trabalhou no Brasil, Uruguai, Paraguai e Peru.
 Viveu no equador entre os índios Shuar, participando numa missão de estudo da UNESCO. Sepúlveda era, na altura amigo de Chico Mendes, herói da defesa da Amazónia. Dedicou a Chico Mendes “O velho que lia romances de amor”, o seu maior sucesso.
 Perspicaz narrador de viagens e aventureiro nos confins do mundo Sepúlveda concilia com sucesso o gosto pela descrição de lugares sugestivos e paisagens irreais com o desejo de contar histórias sobre o homem, através da sua experiência, dos seus sonhos, das suas esperanças.
 (Portal da literatura)

...

Da sua vasta obra (toda ela traduzida em Portugal), destacam-se os romances O Velho que Lia Romances de Amor e História de uma Gaivota e do Gato que a Ensinou a Voar

Mas Mundo do Fim do Mundo, Patagónia Express, Encontros de Amor num País em Guerra, Diário de um Killer Sentimental ou A Sombra do que Fomos (Prémio Primavera de Romance em 2009), por exemplo, conquistaram também, em todo o mundo, a admiração de milhões de leitores.
(Porto Editora)

Hora do Conto - O urso e a formiga


A história do urso formigueiro que teve que enfrentar uma formiga atrevida.


Mais uns momentos mágicos proporcionados pela Biblioteca Municipal Vicente Campinas.

Estiveram presentes as turmas do 2º e 3º ano acompanhadas dos respetivos professores.


Voluntários da Leitura - Pré-Escolar

"Um livro tão redondo e saboroso como a lua cheia. Os animais da selva mostram-nos que as coisas partilhadas sabem sempre muito melhor."

A que sabe a lua?

A história escolhida pela Fikrie e Barbara, alunas do 6º ano, para contar aos meninos das duas salas do Jardim de Infância.
Os pequeninos estiveram muito interessados e participativos.



"Sala Uma História Um Sorriso" - S. Valentim


Bonitos cartões de S. Valentim, com surpresa dentro, criados pelos alunos do CEI,  foram partilhados na nossa escola através da Docente do Ensino Especial, Carla Santos.

Atividade enquadrada na disciplina "Vida em casa" dos meninos com Currículo Especial Individual do Ensino Secundário do nosso Agrupamento.



Era uma vez... a vida - Novidades na BE - Agradecimento



As cassetes VHS podem ser visualizadas na televisão ou projetadas.
Coleção aconselhada a maiores de 6 anos.

Clicar na imagem para ler os títulos


Agradecemos ao Professor Luís Guimarães a oferta deste material temático.

English Breakfast


As Professoras de Inglês, Ana Baptista e Aida Viegas, organizaram para a comunidade escolar mais um pequeno almoço típico na cultura inglesa. Atividade e parceria que vem acontecendo há alguns anos e com imenso sucesso.




Scrambled eggs, bacon, sausage, baked beans, tomatoes, toast and a delicious fresh orange juice.

Ovos mexidos, bacon, salsicha, feijão com molho adoçicado, tomate, tosta e sumo natural de laranja. 
Estes são os ingredientes da refeição mais importante do dia para os britânicos. E diga-se, bastante substancial e enérgica. Nem toda a gente a toma diariamente, muitas preferem-na ao fim de semana e até a qualquer hora do dia.

O sumo de laranja natural, esse sim, muito nosso, incomparável, feito a partir das boas e doçinhas laranjas da região.

 



Atividade com muita adesão, como sempre, e cuidadosamente preparada.

 E mais uma vez se percebeu uma grande satisfação, tanto por parte dos que se atreveram a provar como pelos que, mesmo já habituados a este evento anual, estavam ansiosos por voltar a saborear.

Os comentários eram de que estava tudo delicioso e espetacular (o prato fica realmente artístico).



Algumas  meninas vieram dar uma mãozinha a empratar.




" "The Full English Breakfast" também conhecido como ” full Monty” ou simplesmente, “fry up”!

Famoso, amado, criticado, apreciado, condenado, nutritivo, nem um pouco saudável. São muitas as opiniões, mas não podemos ignorar que ele faz parte da tradição inglesa há séculos e que nem se pense em criticá-lo na frente de um britânico!

Essa tradição data de 1800, quando a Rainha Victoria elevou o “breakfast” à refeição mais importante do dia, transformando-se numa forma de a classe média britânica demonstrar sua riqueza e educação.

Porém, o “Full English Breakfast” não representava só riqueza. Durante a Revolução Industrial a classe operária alimentava-se desse “prato” regularmente, já que fornecia energia necessária para todo o dia de trabalho.

Em 1950, a tradição do café da manhã inglês atingiu o seu pico, com cerca da metade da população Britânica iniciando  o seu dia com o “Full English Breakfast”, transformando o que um dia foi considerado  “a refeição da nobreza” no café da manhã nacional, popular.
Até hoje o café da manhã estilo inglês é apreciado pela sociedade britânica e, por isso, ainda é servido em hotéis, pousadas (Bed and Breakfast), “pubs”, restaurantes e pelas famílias nas suas casas ao redor da Grã-Bretanha e copiado por muitos ao redor do mundo."
The English Breakfast Society



O amor ... ilustrações


 








"Cupido", escultura da aluna Abril Neto, oferecida à biblioteca. Maravilhoso.


O amor é...

Atividade com a turma do 4º ano na hora da visita semanal para a requisição de leituras.
Os alunos estiveram acompanhados pela Professora Ângela Sousa.




"O amor e a amizade são importantes porque sem amor e sem amizade não somos felizes."



Partilhamos, em exposição, as frases e ilustrações dos meninos sobre o Amor.

Correio do Amor

 
 

Numerosas cartas e recadinhos amorosos foram entregues pelos cupidos de serviço. Um grupo simpático e bem disposto de alunos do 9º ano que deixou um rastro de brilhozinho nos olhos e corações a palpitar de surpresa, expetativas e sonhos.





Lindíssimas rosas feitas em cartolina, oferecidas por um anónimo aos funcionários, através da Sara.
O amor inspira. Ai se inspira...

Atividades no âmbito da comemoração do Dia Internacional do Amor.

.

Pregadeiras de S. Valentim - Oficina Plástica BE


 

 

 

As pregadeiras criadas pelos alunos na biblioteca sob a coordenação da Professora Ana Teresa Domingues, fizeram um enorme sucesso.
A Professora Célia contribuíu também com algumas criadas por si, muito bonitas e originais. E lá foram desaparecendo da banca. Uma roda viva de corações ao peito pela escola.

A venda foi dinamizada por um grupo de alunas do 6ºB. A verba servirá para adquirir materiais para trabalhos manuais e para o que faça falta na biblioteca.

Agradecemos a todos os colaboradores, aos criadores e, obviamente, aos compradores.