O Mar inspira...

O Dia Mundial do Mar comemora-se a 25 de setembro, com o intuito de realçar a importância da preservação dos ecossistemas marinhos e dar visibilidade às atividades ligadas ao mar.


 

O Mar inspira poesia, pintura... mas também sérios cuidados.





 

 


"Não suges o mar, pois nós somos uns sortudos, temos o mar onde mergulhamos, nadamos, etc., mesmo ao pé de nós!!! O mar é lindo."
Ana, 6ºB

"Mesmo sendo conhecedores das regras a respeitar para fazer o planeta melhorar, muitas vezes poluímos sem pensar nas consequências.
Se continuarmos a agir desta maneira, não haverá, por exemplo, inspiração para o mar pintar ou sobre ele escrever."
Luis Parra, 7ºE

"O homem é culpado por o mundo estar poluído. Há crianças como nós que querem um mundo melhor, por isso contrariam o homem e têm ideias fantásticas para ajudar o nosso planeta, mas os homens não ligam às belas ideias das crianças e se calhar com essas ideias o mundo estava um pouco melhor."
Bárbara Soares, 5ºB

"Poluir o mar é como sujar a tua casa.
Não tenhas preguiça de deitar lixo no ecoponto mais próximo, em vez de o deitares no mar.
Não poluas o que é essencial para a tua vida."

"Quem faz a poluição é o homem. O mar é parte da natureza e nós devemos cuidar da natureza porque assim não estaríamos aqui.
O mar também tem seres vivos lá, golfinhos, tubarões, baleias, polvos, peixes, etc., e para eles sobreviverem o Homem não deve poluir."

"Não poluam o mar, estão a fazer maldades aos animais que lá vivem.
Devemos reciclar o lixo nos sítios certos, senão vamos intoxicar os peixinhos."
João Bartolomeu

"Poluir não ajuda. Gostas de viver? gostas de ajudar os outros? Então ajuda-te a ti e a todos nós e não poluas.
Por ti, por nós e por todos."
Joana Drago, 7ºE

"O meu amor por ti é como o mar, não tem fim.
És o mar onde me quero perder, a areia que quero percorrer, a água onde quero flutuar, fazes-me sonhar.
Não tires o encanto do mar."
Andria, 9º

"A natureza é uma coisa linda! E há pessoas parvas que têm essa ideia de poluir o ambiente. Odeio essa gente!
Por isso a juventude de hoje é a única que pode salvar isso."
Masary, 7ºE

"O mar é lindo como o pôr do sol."
...

Hora do Conto - Pré- Escolar

 "Era uma vez uma velha que tinha um gato. O gato era muito comilão e andava sempre a ver se surripiava alguma coisa. Um dia, a velha fez uma panela de papas para o almoço; mas quando as ia provar, o gato assaltou a cozinha e comeu as papas, e a panela, e a velha também..."

 "O gato comilão", de Patacrua e Oliveiro Dumas, foi a história que a Margarida nos trouxe, nesta 1ª sessão do ano letivo.
Mais uma vez agradecemos à Biblioteca Municipal de Vila Real de Santo António, por proporcionar momentos tão especiais aos nossos meninos.

Livro recomendado pelo Plano Nacional de Leitura para a Educação pré-escolar. 

As crianças perceberam muita bem a história do gato insaciável que comia tudo o que lhe aparecia à frente.
A interação foi fantástica.







Novos Livros na BE - Leitura Recomendada - 9º ano



"Em pleno apogeu dos Descobrimentos portugueses, parte uma armada do Cais do Sodré, rumo à Índia, cheia de homens que procuram fortuna. Ficam em terra sozinhas e abandonadas à sua sorte, as mulheres. O que fazem estas na ausência dos maridos? E conseguirão eles regressar com a riqueza por que lutaram? Diverte-te com esta primeira farsa de Gil Vicente e descobre a crítica que encerra."


"Nesta novela sentimental, Camilo Castelo Branco conta duas histórias intrinsecamente ligadas: a história de um amor clandestino que sofre um desfecho trágico com a morte de Josefa da Lage, mãe de uma bebé recém- nascida levada na corrente do rio Tâmega; e a história de sua filha, Maria Moisés, salva e acolhida por um pobre pescador. É esta dualidade - amor de perdição e amor de salvação - que o autor tão peculiarmente soube retratar, numa novela com traços românticos e realistas imersa no ambiente rural minhoto."

Novos Livros na BE - Leitura Recomendada 8º ano

 Sinopses




"Vou contar-vos uma história
que espero que vos agrade.
Diz essa história que outrora
a superfície da lua
não era como é agora...


Descobre a história (breve) da Lua, nesta divertida peça escrita em verso, com um toque sublime de imaginação."



“O arquiteto português Afonso Domingues desenha uma complexa abóboda para o Mosteiro da Batalha, mas fica cego, em 1401, antes de a edificar… O rei D. João I contrata, então, um arquiteto irlandês, mestre Ouguet, para a terminar, que não acredita no projeto inicial. Uma delas desaba… a outra ainda hoje lá está! Mas a de quem?
 A história da construção desta abóboda podia ser um simples e aborrecido relato, mas é digna de um romance elaborado. Assim é este e muitos outros episódios da História de Portugal, que Alexandre Herculano tão bem soube glorificar!”



"A Mãe diz que eu devia querer uma coisa de menina.
Diz que sou uma menina e que devia querer coisas de menina, senão os rapazes não gostam de mim. Já reparaste como são estúpidos os brinquedos das raparigas?

Descobre a luta da pequena Vanessa contra os estereótipos da sociedade nesta divertida peça de teatro escrita numa linguagem jovem e atual."

Livros Novos na Biblioteca - Leitura Recomendada 7º ano

Sinopses

7º Ano



"Embarca na vida árdua dos pescadores dos Açores no ínicio do século XX, ma grandiosidade de um dos momentos mais importantes da comunidade insular - a pesca da baleia - e na beleza serena do oceano que banha as ilhas e lhes dá a vida. Deixa que Raul Brandão te revele as imagens; capta os sons; sente os sabores; e inala os aromas do arquipélago."



 "A Idade Média, em Portugal, está repleta de pequenas grandes histórias de heróis que caíram no esquecimento não fosse a vontade patriótica de Alexandre Herculano os tornar imortais: o alcaide que defende, com a sua vida, o Castelo de Faria contra os castelhanos; a firmeza de D. Afonso Henriques frente à tirania do poder da Igreja; e o lendário Lidador, que, com 95 anos de idade e 80 de luta, inspira uma das vitórias dos portugueses contra os Mouros."






Livros Novos na Biblioteca - Leitura Obrigatória e Recomendada 2º Ciclo

 "Sou o pássaro que canta
dentro da tua cabeça,
que canta na tua garganta,
que canta onde lhe apeteça."

Estes e outros versos, acompanhados das mais belas pinturas, vão transportar-te para um mundo de imaginação onde só tu poderás chegar...

E se, de repente, te visses a bordo de um navio de piratas? Não fazes ideia de como foste lá parar, só sabes que tens de salvar a tua mãe, mas o Capitão toma-te por um dos seus grumetes... No meio do desespero, acordas e pensas que tudo não passou de um terrível pesadelo. Mas logo te apercebes que ainda trazes na cabeça o lenço vermelho de pirata... Terá sido sonho ou realidade?


A história está cheia de reis e rainhas, mas estas são verdadeiramente insólitas! Numa, um rei está constipado e não consegue governar, o Natal acontece em maio, a Galinha dá a missa do Galo e o Peru, coitado, despede-se da família antes da ceia...







As peças de xadrez ganham vida e Rei Branco e Rei Preto entram numa guerra boba, escondendo-se atrás das rainhas, dos Bispos, das Torres e dos Peões.

Leitura Autónoma - 3º Ciclo


A lista dos livros recomendados pelo Plano Nacional de Leitura pode ser consultada na biblioteca.
Em exposição encontram-se alguns desses livros. Existem outros nas estantes.

Mafalda - 50 anos

 
 

Possui um espírito crítico fora do normal e uma língua afiada. Supostamente tem apenas 6 anos, mas a verdade é que a pequena Mafalda, a menina das tiras criadas pelo argentino Quino, faz este mês 50 anos.

Ao longo dos anos, Mafalda e os seus companheiros – Felipe, Susaninha, Manelinho, entre outros - abordaram questões ‘demasiado sérias’ para crianças da sua idade, como conflitos armados entre nações e o papel da mulher na sociedade moderna. Foram as suas saídas acutilantes e as questões pertinentes que colocavam que fizeram desta personagem um ícone da banda desenhada mundial.
Traduzida para mais de 30 línguas, Mafalda já não está apenas nos ‘quadradinhos’: Tem desenhos animados, um site e até uma aplicação para smartphones. Mesmo sem estar presente nos jornais, continuam a usar outros meios para lutar pelos direitos das crianças… e a fugir de casa quando chega a hora da sopa.
Joana Alves- in, Jornal Sol

Visita à Biblioteca


A apresentação na escola dos alunos do 5º ano contemplou uma visita à biblioteca.
Aos alunos do 9º ano, Marta, Diogo, Alexandra e Nelson, coube a responsabilidade da apresentação do espaço e dos principais recursos que este disponibiliza, assim como da chamada de atenção para algumas das regras básicas fundamentais de utilização e comportamento.
Os alunos estiveram acompanhados pelos seus diretores de turma.

A Biblioteca deseja que voltem à escola com muita motivação e responsabilidade para enfrentar os novos desafios. Bom ano letivo a todos!