"O cheiro dos livros- não existe outro igual" - António Mota


"Em Vilarelho, no concelho de Baião, aldeia onde nasceu e onde passou a infância, , a sua alegria chegava com a carrinha da Biblioteca Itenerante da Gulbenkian.
Recorda o verdadeiro prazer que sentiu da primeira vez que entrou naquele espaço. O cheiro dos livros- "não existe outro igual"- impregnou-se-lhe na pele e nunca mais saíu."

Sem comentários: