Dia da Criança - 1 de Junho

Este dia comemora-se, para que cada um de nós não  esqueça os milhões de crianças que vivem em sofrimento, sem qualquer oportunidade de serem o que realmente são: crianças!

Parabéns a todas crianças, independentemente da idade. Que o passar dos anos nunca  apague a criança que existe em cada um de nós.
                            

Com a coordenação da Profª de Música, Sandra Jesus, os alunos do 6ºB animaram com música o átrio da escola, interpretando duas melodias:
Cânone (Pachabell) de J. S. Bach e Englishmen in New York - Sting.


Dois alunos do 9º Ano, Soraia e Marcelo, interromperam por breves instantes algumas aulas para explicar os motivos que levaram à criação da "Convenção dos Direitos das Crianças" e explicitar alguns dos seus Direitos.

Informa-te, clica no Link
http://www.junior.te.pt/servlets/Rua?P=Sabias&ID=201




E, em maré de Direitos, os livros não se ficaram atrás: 
Saíram das estantes com prazer, 
 descendo à sala de convívio, reenvindicando assim, também eles, o direito a serem lidos ou, simplesmente olhados pelos  mais pequenos. 


Os livros sempre contribuíram  para a felicidade das crianças.

Foram expostos, na sala,  os principais "Direitos da Criança". 

Foi projectado um powerpoint, com esses mesmos Direitos, elaborado pela estagiária  do curso de Operador de Informática, Jéssica Gonçalves.



Ser criança é mágico:
é  poder viver num mundo de fantasia, poder ser o nosso herói e ser uma princesa de contos de fadas;
brincar com os amigos e carregar nos olhos a inocência da infantilidade;
ter na alma um  instinto que nos faz sonhar.
Nem todas as crianças têm o previlégio de brincar ou de ter amigos.
Muitas delas, desde a nascença, vivem uma vida difícil e com o passar dos anos não sentem a emoção de poder ir pela primeira vez à escola.
Quantas  crianças  todos os dias acordam e não podem comer ou beber algo.
Quantas são as crianças que dormem na rua e vão à escola apenas para tomar a refeição na cantina e para poderem ter educação. Pensamos que temos azar quando algo na vida nos corre mal, mas depois quando pensamos um pouco, percebemos que somos pessoas com muita sorte, apenas por ter uma família, um lar, alimento e educação, pois há crianças no mundo que nem família têm, estão sózinhos no mundo, indefesos. 


                                                                                   Lorena Suciu - 6ºA

Ser criança é
Ser uma flor do mundo
Pronta para crescer.

Umas têm casa, outras não
Umas têm comida, outras não
Umas que têm tanta que não precisam
Outras que não têm nada e a vão buscar ao lixo.

                                                                                  Mariana Fernandes  6ºA



Um lindo poema para crianças, pelo poeta e compositor brasileiro,Touquinho: 

Numa folha qualquer eu desenho um sol amarelo...            
   
                         

Sem comentários: